terça-feira, 16 de maio de 2017

Sobre fãs alucinados dos EUA e Brasilfóbicos.

Aprendi a personalizar legenda de imagem e tô muito feliz. Queria aproveitar e deixar claro que: Yato, te amo.
Oi! Como vão?
Hoje foi a entrega de boletins e eu não sei o motivo de estar um tanto nervosa (só vou poder ver quando minha mãe chegar em casa), já que eu já sei a maioria das minhas notas e a minha mãe também já sabia. Eu me saí mal em matemática, ciências eu não passei, mas foi por pouco e geografia eu tô fudida. Pois é, amigos, eu não sei a nota ainda, mas foi baixa, porque eu não fiz um trabalho (como sabem, eu odeio público). E, argh, minha mãe falou com o professor de geografia e me disse que ele falou que eu não apresento os trabalhos, talvez eu esteja nervosa por isso, sei lá. Ela me disse que quando ela chegar em casa a gente conversa, mas ela não tava brava, tava falando tão calmamente que me deixou mais assustada do que provavelmente me deixaria se estivesse brava.  Bom, mas tirando isso tudo, as notas foram boas.
Há um tempo atrás saiu o comeback do ASTRO com BABY e o mv ficou muito amor! Mas não esperava menos dos meus filhotes do conceito fofo. Só queria saber o motivo de tanta fixação com bebidas... Espero que não comecem as  temidas teorias, minha cabeça já dói só de lembrar das doidonas do BTS. Um tá morto, o outro tá vivo, tá todo mundo morto, todo mundo vivo, só um existe, caminho do bem e mal, um é demônio, outro tá em coma, enquanto isso eu tô ?????????
Dia 15 saiu o comeback do TWICE também, SIGNAL, e eu admito que não tinha gostado muito da música, mas agora parei pra escutar de novo e não sai mais da minha cabeça signal bone, signal bone, diri diri diri diri. A coreografia é muito fofa também. Na verdade, saiu muito comeback esse mês e eu gostei de todos. É difícil eu não gostar de alguma música.  Gostaria de ressaltar que JeongHan estava muito maravilhoso em Don't Wanna Cry. Eu realmente não quero escolher bias tão rápido porque tenho medo de trocar depois, mas é tão difícil...
E o BangTan ganhou no BBMA! Fiquei tão feliz e orgulhosa, gente. Mas tô triste que isso tá causando muita briga, "ah, mas o prêmio é irrelevante na Coréia", e briga de A.R.M.Y com Belieber. Vamos parar e só ficar felizes pelo prêmio, por favor? TuT


Ok, eu admito que me sinto um pouco... mal? Por fazer tantos posts "pessoais". Eu realmente tento me consolar dizendo que o blog é meu e que é melhor que eu poste coisas que eu quero do que algo forçado, mas eu me sinto culpada, de certa forma. E não sei porquê. Acho que é porque sempre me sinto meio mal em "me abrir", sei lá. Sou meio fechada.
É que quero falar disso faz um tempo com alguém, já que é muito estressante pra mim e acredito que pra outros também. Espero não ofender ninguém com esse post, mas é que esse tipo de pessoa se torna realmente chato as vezes.
Quem são eles? São os fãs loucos dos EUA e seus derivados.

Sabe aquele tipo de gente que fica o tempo todo dizendo, "odeio o Brasil", "Brasil é horrível", "EUA é muito melhor, queria ser americano(a)". Basicamente: Endeusam os Estados Unidos como se fosse um país sem nenhum defeito, sendo que, principalmente agora, eles estão passando por muito problema com o Trump.
Gente, Estados Unidos é só mídia. Eu entendo que no Brasil tenha bastante violência, mas não é como se nos outros países não tivesse; talvez tenha menos, mas em todo país tem.
É chato ver um pessoal desprezando e/ou desmerecendo a própria cultura pra endeusar outra. Vocês já perceberam que muito brasileiro diz que é uma vergonha ouvir música brasileira? Cara, é realmente uma vergonha ouvir música do seu próprio país?
Tem gente que diz que toda música brasileira é ruim, que todas só falam de "putaria", mas se for uma música mais "bonitinha", seja samba, pagode, sertanejo ou até algum funk, sei lá, a pessoa faz piada contigo por ouvir? E é aí que a gente percebe: o problema é a música ser brasileira, o que não faz sentido. Outra coisa que não é como se os EUA não tivesse músicas "indecentes" também, um exemplo é Candy Shop do 50Cent. Não que seja ruim, o pessoal faz muita polêmica, polêmica demais por causa de música sobre sexo, sendo que é uma coisa normal. Tem coisas em algumas músicas que são intoleráveis, mas tem outras que não precisam de tanta problematização e o pessoal exagera só porque são sobre sexo. Claro que dá pra compôr uma letra bonitinha e romântica, combinar com uma melodia boa e aí fazer um "musicão", mas música é mais pra se divertir, então por que problematizar tanto?


O esquisito é que essa mesma pessoa normalmente endeusa apenas, only, just, exclusivamente os americanos e trata todo o resto como se fosse lixo. Eu não queria, mas tenho até vergonha de falar que gosto de kpop por causa disso. Sei que vão incomodar. Tem gente que parece que realmente acredita que só os americanos tem talento, que só eles podem cantar, só eles podem isso e aquilo, e acabam fechando os olhos pra tantas outras culturas legais e/ou músicas boas e pessoas talentosas de outras etnias.
É normal você ouvir "mas você não entende nada do que eles falam na música" de alguém que ouve pop e não é fluente em inglês, entende o básico ou não entende nada. Do mesmo jeito que eles pesquisam a tradução de músicas em inglês, nós podemos pesquisar de músicas chinesas, japonesas, coreanas, sei lá... romanas, etc. A internet tá aí é pra isso mesmo.

Trazendo de volta a tona isso do BTS ter ganho o Top Social Artist no BBMA, vi MUITA gente xingando eles de "feios e sem talento" só de ver que eles estavam concorrendo e grande parte dessas pessoas SEQUER conhecia o grupo; apenas foram "na onda", porque eles são asiáticos e não foi só uma ou duas que eu vi fazendo isso. Vi gente que xingou horrores e só depois foi assistir algum mv. O tempo todo eu fiquei me perguntando qual o mísero problema de um grupo asiático concorrer a uma premiação. Os meninos não fizeram nada; eles foram pontuais, respeitosos, todo mundo comentando o quão doces eles são, aplaudiram todas as apresentações de pé, e mesmo assim tinha gente xingando eles.

Eu realmente queria entender como alguém consegue fazer isso, sei lá, eu não sou capaz de jogar hate em nenhum artista. Não tô tentando me fazer de santa, eu realmente não consigo. Eu sempre penso na possibilidade de ele ver e ficar chateado, ou os fãs... Pensem no quão triste alguém pode ficar, sabendo que tem gente que desmerece seu trabalho só por causa da sua nacionalidade. O país do qual a pessoa vem não muda o talento dela ou o quanto ela se esforçou pra chegar onde está.

Eu queria que tentassem admirar um pouquinho mais a nossa cultura. Ela é bonita, nós temos um idioma bonito também, então por que diabos vocês diminuem o país de onde vieram pra endeusar outro como se fosse o paraíso? O Brasil não é perfeito, mas Estados Unidos também não é, assim como o Japão também não, ou México e Coréia do Sul. O mundo é imperfeito e a gente tem que saber lidar com isso. Apesar de termos pontos ruins, também temos os bons e é nisso que devemos focar. Sei que a nossa política é horrível, mas você vai desmerecer o país inteiro e sua cultura por causa disso? Sério? Então não fique falando como se outro país fosse melhor, porque assim como ele tem suas qualidades, tem seus defeitos também.
Temos fama de sermos animados, sorridentes, apaixonados e de termos por aqui os melhores fãs mesmo que tachados de loucos de vez em quando. Eu gosto dessas coisas, eu gosto que nos achem um povo animado, que ri bastante.

Não quero que tratem o Brasil como o melhor de todos, longe disso. Só quero que parem de achar que é o pior, porque não tem motivos pra isso. É errado admirar outra cultura? Não, eu mesma faço isso e é legal. Mas lembrem-se sempre de onde vocês vieram, e não rebaixem esse lugar.

É errado a Anitta rebolar? Então por que quando é a Rihanna, não tem problema nenhum?


Voltando ao meu normal

Eu sinto muito se ofendi alguém com esse post, talvez eu tenha sido meio grossa, mas é que isso vem me irritando há tempos. E, não, eu não tenho nada contra a Rihanna (eu até gosto das músicas e acho ela muito bonita), 50Cent, os EUA ou os americanos e eu sei que existe um pessoal fã alucinado do Japão e agora outros da Coréia, mas eu vejo mais dos EUA e o que eu queria passar com isso tudo é que nenhum país é perfeito e que é ridículo jogar hate em alguém só porque ela é de outra etnia e está fazendo sucesso. Não é legal e deve magoar muito.
Eu não sei se é possível ser xenofóbico com o próprio país, mas se for, tem muita gente assim aqui e isso me deixa chateada, sabe? Por que fazer isso com o lugar de onde vocês vieram? Poxa, amem as suas origens, tenham orgulho. Não é tão ruim assim no ponto em que vocês devem odiar o próprio país. Tenho certeza que muita gente só sai falando mal assim por influência, pra se encaixar, assim como um dia eu fiz, mas saibam que vocês não precisam disso, ok? Não faz sentido.

Me desculpem qualquer coisa.

Mas e vocês, pensam o que disso tudo? Eu fico feliz de ler as opiniões de vocês, então podem ser sinceros. 💙

~~chu

Um comentário:

  1. Oi Miyuki-chii!
    Eita, eu estou lutando contra as provas/trabalhos da faculdade, não posso tirar nota baixa de jeito nenhum, então eu estou estudando bastante! Eu me sinto uma péssima Aroha por ainda não ter tido tempo de ir ouvir a música nova do Astro nem mesmo ver o MV aaaaa eu também fiquei super feliz quando o BTS ganhou o BBMAS <3 eles mereciam tanto.
    Esse assunto de "música brasileira é lixo" é tão antigo, admito que quando eu era menor, entre uns 10 e 13 anos eu achava muito isso, que eu odiava música brasileira porque as americanas e japonesas eram melhores, que eu queria morar em outro país para não ser obrigada a ouvir música brasileira nas rádios, etc etc, mas depois eu cresci, melhorei meu inglês, comecei a ler a tradução das músicas e aí fiquei com vergonha de tudo que eu já tinha dito sobre música brasileira, tem algumas músicas americanas que são muito piores ou no mesmo nível de funks pesadões por exemplo e o pessoal ouve e acha um máximo, enquanto para e vai criticar quando é br só porque entende a letra, um exemplo são as músicas da Nicki Minaj.
    Infelizmente com o "crescimento" de diferentes tipos de música no mundo várias pessoas não aprenderam a valorizar todo mundo, eu também não entendo o motivo de jogar hate em cantor x ou grupo x só porque você não gosta, se eu não gosto eu evito ouvir/assistir e não saio lá comentando coisas maldosas sobre, é muita maldade no coração.
    "É errado a Anitta rebolar? Então por que quando é a Rihanna, não tem problema nenhum?" FALOU TUDO eu penso isso também, nossa, as pessoas falam horrores da Anitta, mas são fãs de outras cantoras/idols que fazem a mesma coisa, eu não entendo mesmo. Eu amei o post, acho que várias verdades foram ditas e que as pessoas deviam aprender a aceitar melhor as outras, seja famoso, idol, fandom, etc!
    Beijinhos!

    Galaxy Wolf
    Soul Castle inscrições abertas!

    ResponderExcluir

Comente e deixe uma autora feliz! Se quiser pode deixar o link do teu blog no final do comentário e eu irei visitá-lo (apesar de isso não ser grande coisa) ♥
Críticas construtivas são bem-vindas e aceito afiliação ou tags ♥